Um pouco da minha história

 

Eu, Regina Kautzmann, despertei em 2012, devido um evento que mexeu comigo a tal ponto de me fazer buscar respostas, verdades, sobre minha essência. Pois, na verdade, sempre me vi como uma buscadora, nesta existência. Então, comecei o processo de expansão de consciência, pela minha intenção pura.  

Neste processo, voltei a sentir novamente o amor incondicional por mim, pelos outros e por tudo, o qual estava adormecido em minhas células. Então, aprendi a entrar em conexão com a natureza, me equilibrando com as energias da Terra e do Sol.

No entanto, foi pela minha intenção pura, com conexão com meu Eu Superior, em estado superior de consciência, que ativei meu DNA. Então, comecei a receber informações superiores, de de meus Eus multidimensionais, de acordo com a minha compreensão. Tais informações vieram,  pela minha confiança, ou seja, quanto mais eu confiava, mais era informado, ocasionando muitas mudanças em meus corpos: espiritual, emocional,  mental e físico. Em cinco anos, venho aprendendo quem realmente sou.

Com a ativação de meu DNA, comecei o acesso às minhas vidas, por meio de visões, bilocações e informações via telepatia, de meu Eu Superior. Me via em lugares assistindo cenas, como também, me via fora da terra e em outras dimensões. Porém, este acesso só acontece em Estado de Consciência Theta, quando não estou dormindo, mas, acordada, com a mente desacelerada.  

Entretanto, precisei de vários anos para juntar as informações e compreendê-las. Sempre segui meu coração, a cada informação, minha intuição sabia o que fazer, com Confiança.

Finalmente, compreendi que não bastava só compreender, mas era preciso fazer algo por mim e pelos outros.  Então, quando senti que percebia as pessoas, sabendo o que dizer a elas, ao contatá-las. Fui instruída a fazer um curso de Registros Akáshicos, apenas para uma confirmação do que já fazia.

Hoje, entendo a importância de acessar os Registros Akáshicos, para compreender trajetórias. Assim como, a possibilidade de transmutar padrões  negativos e repetitivos; como também, crenças e bloqueios que as pessoas carregam, as quais não  compreendem, devido não lembrem de suas vidas.

Então, não só temos a possibilidade de compreender nossos Registros Akáshicos, como podemos transmutá-los, em novas energias. Pois, nada é apagado, mas transformado em Amor e Luz, todas as informações ficam aglutinadas e armazenas no oitavo chákra.

E, assim como, podemos transmutar nossos Registros Akáshicos, podemos buscar no  nosso Akasha, todos os potenciais adormecidos, e trazer para este agora, a fim de que tudo volte a fluir em nossas células.  Potenciais estes, que não lembramos, devido não estarmos com nosso DNA, em capacidade plena.

 

Estamos numa oportunidade única na terra, quando podemos voltar a nos alinhar em equilíbrio e em sabedoria.  

Então sejamos gratos, e, Assim é!

 

Regina Kautzmann

  • Facebook Clean

Siga facebook

Whats

(51) 99246.0610