Buscar
  • Maha Chohan

A Fórmula da Ascensão


São tantos nomes, tantos rótulos que colocamos todos os dias em tudo o que vemos. São tantas mazelas, tantas dores e tanto ódio que vemos manifestados. E também são tantas lágrimas que vemos ser derramadas em consequência de tudo isso que pensamos que somos. Portanto, a consciência manifestada, em conexão com o criador e com o Eu Sou, leva todos a agregarem sabedoria diante dessas imagens distorcidas do ego e do medo. Esse medo e esse ego, que podem parecer por um instante que não estão relacionados, mas, de fato estão escondidos um dentro do outro, em duas características individuais. O ego é o medo mascarado, o medo de encarar a realidade como ela é. É a necessidade de criação de máscaras para si mesmo diante do medo escondido de viver a vida como ela é. O medo, portanto, é o ego escondido. É a manifestação daquela insegurança que nasce por acharmos que podemos controlar a própria vida, os acontecimentos, e por isso temos medo. Pois, sabemos no fundo, que não somos capazes de guiar as nossas próprias vidas com sabedoria. Ao final, derrubando a máscara do ego, dominamos o medo, agregamos Deus à nossa experiência, e é por isso que não há o que temer. Mas, para isso, é necessário que o ego morra e ultrapassemos as barreiras do medo. O medo morrerá naturalmente, na medida em que soltarmos as rédeas de querermos controlar tudo. Dessa forma, deixamos fluir a nossa vida em paz e harmonia, aceitando tudo o que é colocado à nossa frente, apenas como experiências. Não existem experiências dolorosas, não existem experiências felizes e não existem experiências tristes. Existem apenas experiências e todas elas são iguais. Quem faz com que sejam rotuladas com um adjetivo de sofrimento, de dor, de alegria, etc., somos nós, através do nosso ego e do medo. Nós transformamos as experiências em adjetivos que podem ser bons ou ruins, mas esquecemos de observar o fato de que são apenas experiências e que são temporárias, assim como é tudo na nossa vida. Tudo é temporário: os relacionamentos, o trabalho, o emprego, as vivências diárias, a encarnação, tudo. Enquanto permanecermos presos nas máscaras do medo e do ego, criados por nós mesmos, estaremos sendo jogados de um lado para o outro, sofrendo, apanhando, sorrindo e tornando a nossa vida um infinito mar revolto, aonde a calmaria nunca chegará. Assim, nós guiamos a nossa vida, hoje, quando tentamos tomar as rédeas do acaso, deixamos com que as experiências nos dominem, nos envolvam, porque damos demasiada importância a elas. Esquecemos que elas são apenas para nos tornar mestres de nós mesmos. Quando paramos e observamos os fatos ocorrerem diante de nós e deixamos que caiam as máscaras do ego, percebemos como tudo é belo. A ansiedade de uma pessoa que chega diante de nós para conversar, e que poderia nos causar irritação, é bela, pois observamos esse comportamento com olhos de sabedoria, com calma, amor e acolhimento. Assim, é o olhar que devemos ter diante da vida e de todas as experiências. Apreciar a oportunidade de estarmos aqui mais uma vez. E certamente, se estamos aqui, é porque algo precisa ser aprendido. E só sairemos daqui, dessa repetição de encarnações, quando ancorarmos essa sabedoria em nós. Eis a fórmula secreta da ascensão. Podem observar que não há nenhum mistério nessa fórmula secreta, que tantos pensam ser inatingível, mas que está ao alcance de todos. A ascensão é um estado da mente, um estado do coração. Que começa a ter vida própria desconectada da experiência encarnatória. É quando decidimos ser livres e libertos. Quando tomamos conhecimento do nosso papel aqui, que é nada mais do que esse de agregar experiências, para nos tornarmos ainda mais sábios e mestres de nós mesmos. Pouco importa se um ou outro trabalha na caridade, ou com canalizações, ou com quaisquer atividades. O que importa realmente é o estado da mente que deve fluir em paz e equilíbrio. Alguns necessitam trabalhar arduamente para conquistar esse estado e outros precisam somente silenciar e permanecer em suas rotinas. Errados os que pensam que, para ascensionar, é necessário se tornar um líder espiritual ou religioso. Poucos líderes ascensionaram. Grande parte dos mestres ascensionados, tiveram as suas vidas encarnados como anônimos. Irradiando o amor pelo simples viver natural de suas vidas e preservando o estado das suas mentes, na mais perfeita harmonia com Deus. A aceitação, meus filhos, é o primeiro passo para se libertarem da máscara do ego e do medo. Deixar fluir, confiar. O estado de espírito de paz e equilíbrio pode ser eterno. Desde que não se deixe levar pelo externo e permaneça centrado nessa verdade interna de confiar e entregar. Eis a fórmula da ascensão.

Maha Chohan

Canal: Michele Martini – 09 de Janeiro de 2017. Colaboração: Rebeca Crivelaro Campos. Fonte: http://www.pazetransformacao.com.br/


0 visualização
  • Facebook Clean

Siga facebook

Whats

(51) 99246.0610